A Universidade Técnica Gheorghe Asachi de Iasi (TUIASI) acolhe cerca de 13.000 estudantes nas suas 62 Licenciaturas, 84 Mestrados e 13 programas de Doutoramento organizados em torno de 11 faculdades e 10 escolas de Doutoramento. A TUIASI prioritiza o trabalho de investigação com 23 centros de investigação e excelência, e laboratórios credenciados com foco na criação e transmissão de conhecimento, especialmente em áreas multidisciplinares da Engenharia. A Faculdade de Engenharia Têxtil, Couro e Engenharia Industrial (www.tpmi.tuiasi.ro) é conhecida pelos seus programas de estudos de alta qualidade em têxteis, processos de tecelagem, acabamento químico, vestuário, couro, calçados e gestão. Além disso, possui o único programa de Doutoramento certificado para têxteis, vestuário e calçados na Roménia.


A Universidade Miguel Hernández de Elche (UMH) é uma Universidade pública jovem e dinâmica localizada no sudeste da Espanha, numa área caracterizada pelo seu alto potencial económico e de negócios. A UMH é uma universidade equipada com as mais modernas infraestruturas e tecnologias que fazem dela um grande centro de investigação com unidades especializadas dirigidas por profissionais de elevado prestígio. O Departamento de Ciência dos Materiais da UHM tem um alto potencial de excelência. As áreas de especialização incluem o Teste de Materiais, Calçado e Biomateriais. As suas atuais linhas de investigação passam por uma abordagem global para o estudo da Tribologia e dos fenómenos de fricção no design de solas de calçados e pavimentos.


A Universidade do Egeu (UAEGEAN) foi fundada em 1984, tendo-se tornado numa rede universitária de “portos acadêmicos de estudo e investigação” estabelecida com sucesso em seis campi espalhados pelo arquipélago do Egeu, num ambiente humano, cultural e natural único. A UAEGEAN trabalha em estreita colaboração com diversas universidades, organizações e autoridades nacionais, europeias e internacionais, e atua como um importante ator social e económico nas regiões norte e sul do mar Egeu, além de atuar como um Centro Regional de Inovação. Bastantes projetos de investigação da UAEGEAN são desenvolvidos de modo a melhorar a capacidade regional de inovação para o Desenvolvimento de Capital Humano, Empreendedorismo e Transferência de Tecnologia, Desenvolvimento Profissional e Mobilidade de Investigadores.


O Centro Tecnológico do Calçado de Portugal (CTCP) é uma organização privada, sem fins lucrativos, fundada em 1986, contando com 483 empresas privadas associadas e com instalações localizadas no Norte do país, próximo da maior Zona Industrial de Calçado. O CTCP emprega 43 técnicos, engenheiros e especialistas, além de trabalhar com aproximadamente 15 consultores / formadores externos. O objetivo do CTCP é apoiar todas as empresas que compõem o cluster de calçado, composto por mais de 1.500 PME do setor do calçado e pequenos empreendedores da área do Design e Engenharia de Projetos. As atividades mais relevantes do CTCP consistem no Controlo de Qualidade, Consultoria, Formação, Marketing e Comercialização, Investigação e Desenvolvimento, Saúde e Segurança, Questões Ambientais, Business Intelligence, e Investigação e Estudos Comparativos.


A Activ Ortopedic Srl, sediada na cidade de Bucareste na Roménia, é desde 2001 um provedor de dispositivos médicos, com 5 filiais em todo o país e 25 funcionários. Esta é fabricante de próteses e ortóteses para os membros inferiores e superiores, ortóteses para a coluna e sapatos ortopédicos. A Activ Ortopedic Srl desenha e fabrica calçados ortopédicos e palmilhas corretivas usando a tecnologia CAD / CAM. Através do uso de equipamentos e softwares modernos, a empresa consegue digitalizar as informações do pé em arquivos STL em formato 3D para processá-las com software 3D, fabricar formas e sapatos personalizados, importar e modificar qualquer tipo de forma ou usar uma forma digital existente para criar novos. Além disso, a empresa fabrica calçados ortopédicos para portadores de necessidades especiais.


A Creative Thinking Development (CRE.THI.DEV) é uma empresa sem fins lucrativos dedicada ao desenvolvimento da comunidade através da investigação e do desenvolvimento de planos de ação, com enfoque nas economias locais e sociais, principalmente nas áreas da Aprendizagem ao Longo da Vida, na Proteção do Ambiente e no Emprego e Desenvolvimento Local em toda a Grécia. A empresa estabelece uma estreita cooperação com as autoridades locais e regionais, autoridades governamentais e associações empresariais de modo a estimular a Inovação, o Empreendedorismo e o Desenvolvimento Sustentável mediante a Investigação e a sensibilização das comunidades locais para possíveis projetos de desenvolvimento.


A Confederação Europeia da Indústria do Calçado (CEC) foi criada há mais de 30 anos e representa todas as associações e federações nacionais de calçado da União Europeia (UE-28). A CEC é o porta-voz da indústria europeia do calçado em Bruxelas em relação às Instituições Europeias e outras Organizações Internacionais, Autoridades Públicas e outras Associações Setoriais. Através das suas federações e associações nacionais, a CEC inclui partes interessadas de toda a cadeia de fornecimento: desde a recolha de materiais e componentes à reciclagem do produto; desde os fabricantes e retalhistas aos centros tecnológicos e educativos.



Fundado em 1863, o Politécnico de Milão (Politecnico di Milano), uma das principais universidades da Europa nas áreas de ciências e tecnologias, tem formado engenheiros, arquitetos e designers através de uma variedade de cursos especializados. O POLIMI encontra-se organizado em 12 Departamentos de investigação, 6 Faculdades de Engenharia, 2 Faculdades de Arquitetura e 1 Faculdade de Design distribuída em 7 campi no norte da Itália. Especificamente, o departamento de Design é o primeiro no país responsável pela investigação e ensino na área de Design. Este departamento concentra as suas atividades de investigação (e educação) em teorias, métodos e ferramentas de design para o desenvolvimento de uma cultura de Design em diferentes campos de implementação (comunicação, estratégia, sustentabilidade, alimentação, moda, serviços, mobilidade, desenvolvimento local e património cultural).


A empresa italiana Vibram Spa foi fundada em 1936 quando o seu fundador, Vitale Bramani, decidiu usar borracha para as solas das suas botas. A sede da Vibram Spa está localizada na Albizzate no norte da Itália, mas tem outros locais de produção e instalações de distribuição localizados em todo o mundo: a empresa tem escritórios nos EUA (Vibram EUA) e Japão, bem como fábricas na China. A sua estrutura organizacional permitiu que se tornasse o maior produtor mundial de solas de borracha, com mais de 150 milhões de euros faturados e mais de 450 funcionários no mundo. A Vibram Spa fabrica produtos para uma ampla variedade de setores, incluindo o calçado de montanha, a indústria da moda, calçado ortopédico e reparação de calçado. Os designers e a equipa técnica da Vibram Spa estão totalmente comprometidos com o desenvolvimento de modelos personalizados, que atendam os requisitos do maior número de clientes pertencentes ao mesmo grupo, mesmo aqueles mais exigentes.

A PME de origem portuguesa KLAVENESS foi criada em 1988 e conta atualmente com 155 funcionários. A empresa fabrica sapatos de elevado valor agregado (especialmente em termos de conforto e sapatos ortopédicos adaptados ao cliente e ortóteses com tecnologia CNC). KLAVENESS fatura cerca de 7 milhões de euros, dos quais 100% são provenientes de exportações. A empresa depende quase exclusivamente das exportações para os países escandinavos, pois a sede (Klaveness Skofabrikk A / S), que detém 100% do capital, está localizada na Noruega e tem escritórios na Suécia e na Finlândia. KLAVENESS desempenha um papel essencial na taxa de emprego local, uma vez que emprega uma grande proporção dos cidadãos nas localidades onde as suas instalações estão localizadas. A empresa atribui grande importância ao desenvolvimento dos Recursos Humanos, procurando melhorar as suas qualificações, promovendo a formação a nível profissional e não profissionail, mas também como meio para alcançar a competitividade.


INESCOP (http://www.inescop.es/) é uma associação privada sem fins lucrativos criada em 1971. É uma organização de prestação de serviços e realização de atividades que vão de encontro às necessidades das indústrias do calçado e que as empresas, devido à sua pequena dimensão, não poderiam satisfazer. A INESCOP conta com 140 funcionários, incluindo profissionais em química, física, ciência da computação, especialistas em biomecânica, eletrónica, TIC, design, tecnologia CAD/CAM, ferramentas e processos de manufaturação, arte e design, e robótica. Adicionalmente, coordena o Comité de Padronização CEN / TC 309 “Footwear”. A INESCOP possui uma rede de 7 laboratórios que cobrem as principais áreas industriais do calçado. Da mesma forma, nas suas instalações de 6.000 metros quadrados, a organização conta com equipamentos de laboratório e medição, uma área para implementação de testes e até mesmo o seu próprio piloto de demonstração para soluções de marketing/comercialização.


A associação ELSEVIE foi fundada em 1976 e tornou-se a principal representante da indústria de calçado no país. O seus membros são as 90 maiores empresas do setor, responsáveis ​​pela maior parte da produção e exportação da Grécia. As atividades da associação incluem:
• Representação nacional e internacional. Em relação a este último, a ELSEVIE é membro da Confederação Europeia da Indústria do Calçado (CEC).
• Informação e cooperação: a associação fornece informação aos seus membros sobre questões económicas, de gestão, tecnológicas e comerciais através de realização de reuniões, coleta e processamento de dados estatísticos e do diálogo e entendimento de questões relacionadas ao setor.
• Feiras e delegações: A ELSEVIE apoia a Feira de Calçados da Grécia, que ocorre na capital do país, além da participação do setor em feiras internacionais. Adicionalmente, a associação presta serviços a àqueles interessados e organiza missões comerciais em países de interesse para as exportações de calçados gregos.


Evathink (www.evathink.es) é uma jovem empresa espanhola que conta com uma equipa técnica altamente qualificada com mais de 20 anos de experiência em setores industriais. A empresa tem desenvolvido e produzido chapas de EVA para aplicações ortopédicas há cerca de 9 anos; de facto, 95% de sua produção é destinada à sua fabricação, da qual é exportada entre 85% e 90% no total. EVATHINK centra-se nos mercados europeus, especificamente nos mercados alemão, francês, suíço e belga. Além disso, oferece uma ampla gama de produtos para calçados ortopédicos com diferentes durezas, densidades e espessuras. Da mesma forma, a empresa produz materiais padrão e outros materiais técnicos, projetados e desenvolvidos exclusivamente para diferentes aplicações ortopédicas, como, por exemplo, materiais de alta resiliência, com alta capacidade de recuperação e alta durabilidade; para moldagem de materiais termoformados; e para certos sistemas de fresagem CAD/CAM, etc. Realça-se, ainda, que a empresa utiliza matérias-primas que atendem os requisitos de qualidade sanitária.


A Virtual Campus (VC) é uma PME de consultadoria, formação e desenvolvimento nas áreas das TIC e da Aprendizagem Assistida por Tecnologias. A sua visão é promover ativamente o desenvolvimento da Sociedade do Conhecimento, apoiando entidades públicas e privadas no processo de concepção e desenvolvimento de estratégias e projetos que conduzam a um aumento de benefícios sociais. A Virtual Campus conta com uma equipa multidisciplinar com formação académica em áreas como Educação, Psicologia, Engenharia, Gestão e Sistemas de Informação. A equipa tem participado e coordenado diversos projetos no âmbito do programa da União Europeia, como são o caso do programa Erasmus+, LLP, ESF, LEONARDO, SOCRATES, IST e EQUAL.